13 de nov de 2010

Meu primeiro Aquathlon!

No domingo de eleição, um daqueles dias perdidos que não se tem nada pra fazer, porque geralmente tudo está fechado, tiveram uma idéia genial e colocaram uma prova de aquathlon, valendo pelo campeonato estadual, em um clube daqui de Vitória.

Achei até que não teria a prova, devido a data mencionada, mas liguei um dia antes pro vice da federação de tri do estado e o mesmo me confirmou a prova. A ansiedade que já batia no início da semana só aumentou. Foi o resto do dia arrumando as coisas pra prova e pensando em como me preparar pra transição: o que colocar primeiro, em que ordem…

Foi aí que me toquei. Minha transição ia ficar muito prejudicada: primeiro estava sem macaquinho ou top pra competir, então ia ter que correr com camisa e outra, ia demorar uma eternidade pra colocar o tênis sem um cadarço de elástico. Resolvi procurar nas lojas que temos aqui em Vitória e nada… e como já era tarde, não tinha como ligar pra loja do Paulo lá em Vila Velha, porque com certeza já estava fechada. Fui no shopping e nada! Nenhuma loja de esporte aqui em Vitória tem alguma coisa voltada pra triathlon. Nem na Track&Field que abriu há pouco tempo (pelo menos tinha o sache da GU, e acabei por comprar uns 3, hehe!!).

Mas uma luz me bateu na cabeça, e lembrei que o amigo Adnam tinha me comentando que tinha um cadarço desses em casa sobrando e liguei na hora pra ele. O cara salvou pelo menos uns 30 segundos da minha transição. Valeu Adnam!!

Tentei até dormir cedo no sábado, mas não consegui. Não dormi muito bem, mas diferente de algumas outras provas, não fiquei sonhando com a mesma. Pelo menos estava descansado quando levantei. Tomei meu café como planejado, verifiquei se as coisas todas estavam em seu devido lugar, e junto com a Flá, fomos para o clube.

Fiquei até com receio de só aparecer a minha pessoa no clube… aliás era dia de eleição. Ia ser engraçado, mas se tivesse só eu, não queria nem saber! Ia nadar e correr do mesmo jeito. Mas quando chegamos vimos que tinha mais pessoas por lá, principalmente a mulecada do infantil.

Depois de pegar o material fui pra área de transição e meio que dando uma “colada” nos outros, coloquei meu tênis com meias, uma toalha, o óculos, a viseira, o gatorade, a camisa com o número já nela… acho que tudo que devia estava lá. Fui colocar minha bermuda e fazer um aquecimento na piscina ao lado.

Foi defenido as largadas seriam em baterias: primeiro o infantil, depois os da faixa etária, e por último o pessoal da elite. Aí vi que teríamos na faixa etária, umas 8 pessoas disputando.. e na elite umas 8 também!! Fico triste com a tão pouca presença de atletas nas provas, mas conversando com todos percebo que é reflexo de uma má administração da federação de triathlon do estado!! Uma pena realmente! Mas tirando esse lado chato, estava lá pra me divertir.

A prova

A natação foi feita na piscina longa (50 m) e cada competidor em sua raia. Nadei na raia 3 porque estava mais perto do meu material de transição. Ao meu lado o Luciano, que conheci no dia, e pelo que tinha percebido, deveria ser da minha faixa. Os outros competidores eram mais velhos.

A largada foi dada com todos dentro da piscina e encostados na borda. Seriam 20 piscinas de 50 m, totalizando 1000 m de natação. Resolvi nadar com o Garmin na touca de natação, até pra ver como se comportaria em termos de medição. Nos primeiros 100 m percebi que nadei muito forte, tentando acompanhar o Luciano, que estava na raia 2! Mas percebi que se ficasse naquele ritmo ia desistir antes dos 400 m. Diminui a velocidade e tentei encaixar o ritmo que venho fazendo nos meus treinos. Mas devo dizer: foi uma batalha enorme da minha mente contra o meu corpo. Meu início veloz me fez cansar muito rápido, e a vontade de desistir era enorme. Tive que trabalhar muito minha cabeça pra não parar na natação. Parecia que não fluia… que eu não conseguia deslizar na água. Sentia que não ia ter pernas pra correr. Mas não queria desistir e não ia desistir!! Meu corpo podia até querer me sabotar, mas minha mente não ia deixar. Sei que fiquei nessa briga corpo/mente até os 700 m, quando então consegui encaixar um ritmo mais confortável. Parece que o corpo se soltou.

Quando completei os 900 m, vi que o Luciano estava saindo da piscina. Tentei forçar um pouco os 100 m finais pra tentar ir com a mínima diferença pra corrida, mas sabia que ele teria no mínimo uns 2 minutos de frente. Será que daria pra tirar na corrida? Saí da piscina já com tudo organizado na cabeça: primeiro o tênis, depois a camisa, a viseira e por último o óculos. Só que esqueci do Garmin, hehe. Quando tirei a touca, ele veio junto e esqueci de apertar o botão para marcar a transição. Nem dei bola. Coloquei o tênis (sem meia mesmo!!), demorei um século pra colocar a camisa, peguei a viseira com o óculos, o Garmin e sai pra corrida! Se tivesse um top ou um macaquinho, ah.. tinha salvo um tempão.

A corrida eram 5 voltas num percurso dentro do próprio clube, que deveriam completar 5 km. Quando entrei no percurso propriamente dito, vi que o Luciano estava completando a primeira volta. Fazendo umas contas rápidas vi que tinha algo estranho. Ele não podia ter aberto mais de 4 minutos de frente, a não ser que ele estivesse correndo com um pace de 4 min/km ou menos. Quis nem saber, apertei o passo e percebi que ele também apertou tentando me acompanhar. Logo no primeiro contorno percebi que cada volta não ia ter nem 600 m, então a corrida não ia ter 5 km nunca. Tentei apertar um pouco mais o passo, dentro do meu possível. Estava cansado da natação e nunca tinha corrido de tênis sem meia na vida. Vi que o Luciano ainda tentou me acompanhar por mais uma volta mas ou se cansou, ou viu que a fatura já estava garantida e diminuiu o ritmo. Eu tentei apertar mais um pouco e consegui diminuir bem a distância, pra menos de meia volta… mas não tive como pegar o primeiro.  E como tinha notado, a corrida deu 2.8 km!! Metade do que deveria ser!! Se tivesse os 5 km, quem sabe? Mas…

FIQUEI MUITO FELIZ DO MESMO JEITO: tinha acabado de completar minha primeira prova multi-esporte, meu primeiro aquathlon, e tinha ido muito bem. Nadei meus melhores 1000 m do ano, e mesmo não correndo tão rápido quanto podia, consegui manter um pace menor que 4:30 min/km, mesmo cansado da natação. Foi uma prova curta sim… mas foi intensa, hehe.

Resultados

Fiquei em segundo lugar geral na Faixa Etária e primeiro entre os 30-34 (hehe, só tinha eu!!). Mas valeu por vários motivos:

  • Vi que consigo participar bem se estiver organizado;
  • Vi que preciso de um macaquinho ou pelo menos um top – vai melhorar bastante minha transição;
  • Vi que preciso treinar a natação em um ritmo um pouco maior, ficar mais desconfortável, pra suportar no dia da prova;
  • Preciso fazer mais treinos de transição;
  • Preciso de uma bicicleta pra começar a participar das provas de tri, hehe!

Ainda deu tempo de conferir toda a prova da elite e torcer pelo Leonardo Rodrigues (mais conhecido como Bariche) da Equipe Limiar! Ele saiu atrás na piscina, mas correu muito e acabou faturando o primeiro lugar na elite.

Bem galera, foi isso que aconteceu! Desculpe pelo atraso, mas tentei fazer os videos pra postar e não ficaram legais até o momento. Então, quando der, eu posto os vídeos editados. Por isso só deixei o da transição.

Amanhã (14/11) tem as 6 milhas em Guarapari. Provavelmente com chuva, então, até!

Abraços.

6 comentários:

Claudinha disse...

Legal !!! Comecei a natação para fazer o Biathlon, pelos meus planos, em abril, mas tem muita natação ainda prá ter fôlego...
É muito bom ler como é o começo...
bjão
@Claudinhasamii

Yara Achôa disse...

Oi, Leo!
Grande prova e belíssimo resultado. Parabéns!!!
Seu relato é inspirador para quem quer partir para novos desafios.
Eu também quero sempre mais! :)
Beijo
Yara

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
---ooO--(_)--Ooo-
Parabéns rei do mar, quer dizer que agora tá mandando ver em outras modalidades esportivas é isso ae, só não deu para ver o vídeo, pois tem uma msg no seu blog dizendo que o vídeo é privado. Primeira prova e ainda subiu no pódio...showww...é de estranhar mesmo prova em dia de eleição acho que foi a única em todo o Brasil.

Bom fds e bons treinos,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com

Bons Km disse...

Léo..
Eu tbm não consegui ver o video =/ e fiquei curiosa pra saber como foi =D...
Parabéns pela prova, pelos teus melhores 1000, e por ter controlado a tua mente e não ter desistido...
Fiquei impressionada com a diferença na km na corrida...
Quase metade do que era pra ser é muita diferença...
Parabéns pelo pódio...
Bjinhos
Bons treinos
Ju

Leo Binda disse...

Ae gente!!

Acho que a questão do vídeo agora está resolvida. Qualquer coisa, só me falar de novo.

Leo

Jorge disse...

Valeu Léo agora aparece o vídeo, mas será que nessa modalidade tem que colocar a camisa para correr, se no caso não precisar eu acho que vc perdeu um pouco de tempo em coloca-la, mas mesmo assim parabéns...Tá ficando famoso tinha até TV lá te filmando.

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com