No dia 25 de setembro foi realizada na Praia de Camburi a 4ª Etapa do Circuito Capixaba de Águas Abertas, cerca de um mês depois da última etapa. Lembro que logo após a 3ª pensei em fazer minha inscrição em um clube qualquer, porque teria pelo menos 8 treinos certos e que iria detonar na última etapa (até então eu pensava que seria a última!).

Mas, pra variar, nada foi do jeito que planejei. Na verdade, não fiz minha inscrição em clube algum e nem na praia eu nadei… começou a bater um vento Sul em Vítória, que além de deixar a água fria, deixou o mar bem agitado no mês que antecedeu a prova. Resultado: não nadei nada de uma etapa para a outra. Só corri. Bem, pelo menos isso me manteve com um bom trabalho cardiorespiratório, porém…

A PROVA

O dia amanheceu bonito, com um pouco de vento sul, o mar um pouco batido e muito, mas muito raso mesmo. Quando entrei pra fazer um aquecimento, percebi que tive que andar quase uns 50 m mar adentro para poder dar uma braçada sem tocar a mão na areia. E percebi que a largada ia ser interessante.

Praia de Camburi

Praia de Camburi com mar mexido. Cone de chegada e a 2ª (ao fundo) e 3ª bóias.

Como pensei que ia ser a última etapa, e pensando nas anteriores, achei que se chegasse em segundo, e pelo menos na frente do Leo (que ganhou a primeira etapa), eu provavelmente seria o campeão da minha categoria no estado. Beleza!! Só não deixar o cara chegar na minha frente, hehe. Só que logo vi que ele não ia nadar. Lembrei que a filha dele estava pra nascer na última etapa, então provavelmente ele não iria participar dessa. Então não tinha que me preocupar com isso e ainda sabia que os militares (que me tiraram a vitória nas últimas 2 etapas) não iriam participar. Fiquei tranquilo.

A largada, como disse, foi interessante. Durante o pequeno “briefing” antes da largada, a golfinha só foi autorizada na chegada, após passar as boias vermelhas do cone de chegada. Mas não tinha como não golifinhar no início… estava muito raso. A seguequência de fotos que a Flá tirou é até engraçada… na largada todo mundo pulando… de repente… todo mundo de pé de novo!

DSC05608

Largada 1: todo mundo na água.

DSC05610

Largada 2: todo mundo levantando e golfinhando… isso por pelo menos uns 50 m

A prova não foi fácil pra mim. Não estava me sentindo bem (tudo bem, saí um dia antes e tomei umas 3 cervejas!!), mas na verdade eu não estava conseguindo “fluir” na água. Estava pesado, não conseguia evoluir. Cada braçada parecia um passo atrás em vez de pra frente. Achei minha participação uma porcaria. Só não foi de tão ruim, porque melhorei muito o meu contorno nas bóias e não parei nem uma vez sequer pra arrumar os óculos, mesmo com água neles!!

DSC05623

Eu sou o mais a direita, de toca preta.

RESULTADO

O percurso de 1500 m (1600 m no meu Garmin) foi feito em 32’23”, ficando novamente em 2° lugar na minha categoria. E novamente com um vencendor diferente. Dessa vez foi o Richard que nadou pra 27 minutos. E olha que tinham colocado o cara na categoria errada, mas antes da entrega das medalhas eu e ele fomos até a mesa e corrigimos o mesmo.

Gostei do resultado mas não gostei do jeito que nadei. Realmente preciso nadar mais, melhorar as minhas braçadas, usar mais as pernas… ou seja, preciso treinar, se não quiser fazer feio na próxima. Pois é…. achava que a 4ª seria a última, mas não… vai ter mais uma, em Dezembro. E dessa vez, ah, dessa vez eu vou treinado.

 

1 comentários:

Flavia disse...

Post bacana, lindo.
Vc vai arrebentar na próxima etapa treinando do jeito que está.
Beijão,
Flá